Alerta máximo é emitido por erupção do vulcão Sakurajima no Japão

O vulcão Sakurajima, na província de Kagoshima, da região sudoeste do Japão, entrou em erupção na noite de domingo, lançando cinzas e rochas, e levando à emissão de uma ordem de afastamento de áreas de risco para a população local. Autoridades japonesas monitoram atentamente um dos vulcões mais ativos do país.

A Agência de Meteorologia não está na expectativa de que ocorra mais uma grande erupção, mas elevou o alerta correspondente para 5 — o seu nível mais elevado. É a primeira vez que é emitido para o vulcão o nível de alerta 5 desde a adoção do sistema, em 2007.

  • Renovation Master School
  • Imobiliária Homestation
  • Publicidade e Marketing digital
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Projeto Mulheres

Com a erupção, a montanha expeliu grandes rochas vulcânicas a até 2,5 quilômetros de distância. Não há registro de danos ou ferimentos. Autoridades emitiram ordem de afastamento de áreas de risco para dezenas de moradores de duas localidades próximas.

Nakatsuji Tsuyoshi, funcionário da agência, declarou: “A atividade vulcânica do Sakurajima vem se tornando intensa. Convém à população de áreas residenciais se manter em alerta máximo para o risco de queda de grandes rochas vulcânicas nas proximidades.

A advertência das autoridades é de que grandes rochas possam cair em um raio de 3 quilômetros das crateras do vulcão. Também orientaram moradores de um raio de 2 quilômetros a ficar atentos para a possibilidade de haver derrames piroclásticos.

A população que estava sob risco já abandonou estas áreas. Uma mulher disse: “Não ouvi o ruído da erupção. Fiquei sabendo pela internet. É um tanto assustador.”

Em 1914, aconteceu uma das maiores erupções do vulcão, que causou a morte de 58 pessoas.

A previsão da meteorologia para esta segunda-feira é de chuva na região, sem que haja risco de deslizamentos de terra.

 

Fonte: (Via NHK)