Ataque militar americano com drone no Afeganistão mata organizador de atentado do ISIS-K

O Comando Central dos Estados Unidos declarou na sexta-feira que as forças americanas executaram um bombardeio com drone contra um membro do grupo militante ISIS-K, que se acredita ter envolvimento no planejamento de ataques terroristas.

Também declarou que indicações iniciais revelam que o bombardeio na província de Nangarhar, no leste afegão, matou o alvo e que não há relatos de mortes entre os civis.

  • Renovation Master School
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation
  • Publicidade e Marketing digital
  • Educação financeira e curso de investimento

O ataque americano é considerado como uma retaliação contra um aparente atentado suicida a bomba que ocorreu nas proximidades do aeroporto de Cabul na quinta-feira, no qual foram mortos muitos civis e 13 membros das forças americanas. Acredita-se que o atentado tenha sido realizado por membros do ISIS-K, uma filial regional de militantes do Estado Islâmico.

O presidente americano, Joe Biden, afirmou em uma coletiva para a imprensa na quinta-feira, “Nós não vamos perdoar. Nós não vamos esquecer. Nós vamos caçá-los e fazê-los pagar”.

O Comando Central não revelou detalhes da operação de sexta-feira, incluindo como o membro do ISIS-K, alvo do ataque americano, estava envolvido em atividades terroristas.

 

Fonte: NHK