Bar com bartender robô abre em Ikebukuro (Tóquio)

Bar com bartender robô abre em Ikebukuro (Tóquio)

Neste mês, dia 23 de janeiro, a QBIT Robotics, em conjunto com a Yoronotaki, abriu um novo tipo de bar, focado na tecnologia robótica, o “Zeroken Robo Tavern”. O principal diferencial do local é seu bartender robô, que faz o serviço de atendimento igual a um ser humano. O bar fica localizado na saída sul da estação JR Ikebukuro.

Um robô, em formato de um braço mecânico, fica no balcão de atendimento e é ele o responsável por fornecer o menu aos clientes, assim como anotar os pedidos. No menu do bar há 6 tipos de bebidas, todas com nomes criativos: “Chopp Robótico”; “Uísque High Robô”; “Coquetel Robótico Azedo de Limão”; “Licor Robótico de Ameixa e Soda”; “Robôs, Soda, Groselha e Lágrimas”; e “Mente Robótica Cor de Pêssego”.

  • Projeto Mulheres
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Publicidade e Marketing digital
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School

Por enquanto, o bar serve apenas essas 6 bebidas e não há aperitivos em seu cardápio, pois é uma loja teste, que está sendo aprimorada para o futuro. O valor de todas as bebidas, acima citadas, é em torno de 500 ienes.

Como fazer um pedido

A loja ainda está em fase de teste e você pode fazer parte dessa inovação visitando o bar e ajudando o robô a melhorar seu atendimento. Saiba como a seguir:

Para fazer um pedido, você deve comprar um ticket no caixa. Ele virá com um QR Code impresso que deve ser colocado no leitor de código do bar. O robô bartender irá reconhecer seu pedido e prepará-lo, enquanto isso, ele irá interagir com você. Ao final, é só você pegar sua bebida e aproveitar o sabor e a experiência.

O robô é projetado para ter conversas com os clientes e suas habilidades são melhoradas a cada interação. Através de câmeras, a inteligência artificial reconhece o sexo, idade e expressões dos clientes, que ajudam no atendimento da máquina. Tanto suas conversas como seus movimentos vão melhorando ao longo do tempo.

O objetivo do experimento é, no futuro, abrir lojas do tipo para suprir a carência de mão de obra no Japão. Essa carência tem afetado, principalmente, a área de “serviços de alimentação”. E os responsáveis pelo projeto acreditam que com o trabalho dos robôs, poucos funcionários humanos serão necessários para que um estabelecimento funcione.

Fonte: https://sp.fnn.jp/posts/00049934HDK/202001271930_FNNjpeditorsroom_HDK