Começa a corrida pela liderança do PLD, o principal partido situacionista do Japão

Começou oficialmente a corrida para a liderança do Partido Liberal Democrático, o principal partido governista do Japão. O vencedor será automaticamente o novo primeiro-ministro do Japão e liderará o partido durante a eleição para a Câmara Baixa do Parlamento deste ano.

Quatro candidatos anunciaram oficialmente sua candidatura.

  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School

Kono Taro é o atual Ministro da Reforma da Regulamentação e está encarregado do processo de vacinação contra o coronavírus no Japão.

Kishida Fumio foi presidente do Conselho de Pesquisas Políticas do PLD e, antes disso, ministro dos Negócios Estrangeiros.

Takaichi Sanae é ex-ministra do Interior e Telecomunicações. Foi também presidente do Conselho de Pesquisas Políticas do PLD.

Noda Seiko é secretária-geral adjunta da executiva do PLD e foi também ministra do Interior e Telecomunicações.

Os quatro candidatos discursaram aos seus apoiadores na sexta-feira.

Kono Taro disse: “Precisamos superar divisões em nossa sociedade para unir o Japão mais uma vez e criar uma sociedade com calor humano, onde as pessoas possam ficar lado a lado. Eu vou abrir este pesado portão que está na minha frente. Com todo o seu apoio eu quero me tornar o líder deste país e levar o Japão adiante.”

Kishida Fumio disse: “Estou confiante que sou um líder que se move com seu tempo. Eu vou me comunicar diretamente com o povo e com os membros do partido.

“Estou decidido a fazer o possível ao longo desta corrida eleitoral para recuperar a confiança do povo no PLD e reconstruir um senso de união entre todos os japoneses, algo que se enfraqueceu por causa da pandemia do coronavírus.”

Takaichi Sanae disse: “Agora a batalha começou. Estou rodeada por meus aliados mais fortes, que concordam com minha política em prol da governança nacional e da criação de uma economia mais forte, independente das facções. Vamos fazer do Japão um país lindo, forte e em crescimento. Farei o possível para ganhar.”

Noda Seiko disse: “A política não é implementada por um líder forte. O PLD, como um partido que representa o povo, se orgulha de envolver muitas pessoas e lhes trazer alegria. Um país não deveria apenas ser forte, mas também tolerante e um lugar onde todos podem dizer que são felizes por terem nascido ali, e onde vale a pena viver. Eu quero transmitir esta mensagem com veemência, principalmente porque nos encontramos em meio à pandemia de coronavírus.”

Há um total de 766 votos sendo disputados nesta eleição. Metade são votos diretos de membros do PLD no Parlamento. Os outros 383 votos serão dos membros restantes do partido em todo o país, distribuídos por representação proporcional. O partido elegerá seu novo presidente no dia 29 de setembro.

 

Fonte: NHK