Coreia do Sul vai incrementar Defesa para lidar com ameaças

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, salientou que o governo e os militares vão reagir com resolução a quaisquer atos que ameacem as vidas e a segurança dos cidadãos de seu país.

Moon proferiu um discurso na sexta-feira a bordo de um navio de transporte da Marinha, ao largo da costa de Pohang, no sul do país, por ocasião do aniversário da fundação das Forças Armadas da Coreia do Sul.

  • Educação financeira e curso de investimento
  • Imobiliária Homestation
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Renovation Master School

Ele disse que, como comandante supremo das forças armadas, sua maior responsabilidade é criar e defender a paz permanente na Península Coreana.

Moon não mencionou a Coreia do Norte, país que realizou recentemente uma série de testes de mísseis e, ao mesmo tempo, expressou a intenção de restaurar a comunicação com Seul.

Durante o discurso, o presidente sul-coreano se referiu aos seus próprios esforços para incrementar a capacidade de defesa do país.

Ele disse que o governo pretende aumentar o orçamento militar do próximo ano para cerca de 47 bilhões de dólares. Moon mencionou ainda o primeiro teste bem sucedido de lançamento de míssil balístico por um submarino, que foi realizado em setembro, e o desenvolvimento de um novo porta-aviões leve.

 

Fonte: NHK