Depressão pós-feriado: dicas para uma readaptação mais tranquila

A depressão pós-férias existe, sim, e é mais comum do que a gente imagina. Quando volta à rotina, a tristeza é quase insuportável.

Depressão pós-feriado: dicas para uma readaptação mais tranquila

Não é frescura. E você não está sozinho. A depressão pós-férias existe, sim, e é mais comum do que a gente imagina.

Quando volta à rotina, a tristeza é quase insuportável, e pode levar muitas semanas até o trabalhador se acostumar novamente ao seu ritmo habitual.

  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renorn Network Internet
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Imobiliária Homestation

Ao passo que a melancolia se refere à tristeza ligada à ideia de voltar a trabalhar, e é momentânea e natural, a depressão pós-férias é um quadro de melancolia mais complexo que pode perdurar por até três semanas, desencadeando até sintomas físicos.

Essa condição aflitiva ocasiona uma série de sintomas que interferem na produtividade do profissional. Em uma pesquisa da ISMA-BR (International Stress Management Association), as queixas mais relatadas eram:

• angústia ;

• dores musculares e de cabeça ;

• cansaço;

• ansiedade;

• insônia ;

• problemas gastrointestinais — diarreia e gastrites, por exemplo .

Não é o simples retorno ao ambiente de trabalho que gera essa situação. Na verdade, as férias são apenas o estopim que desencadeia um quadro depressivo. O estudo relatou que, entre as pessoas que apresentavam sintomas de depressão pós-férias:

•relataram forte insatisfação profissional;

•não conseguiam vislumbrar chances de crescer profissionalmente;

•reclamaram do clima organizacional, afirmando que o ambiente era adverso, no qual não se sentiam seguros.

As inúmeras situações estressantes no trabalho podem incluir perseguições por parte do chefe, conflitos entre colegas, alta carga de trabalho, remuneração incompatível com as atividades exercidas e a falta de oportunidade de desenvolvimento profissional. Assim, das férias ao trabalho, a pessoa vai do céu ao inferno.

Restabeleça os bons hábitos

Muitas vezes durante as férias a gente acaba deixando de lado a rotina de exercícios, come e bebe mais do que deveria e dorme em horários malucos. Isso acaba mexendo com nosso organismo e deixando o pobrezinho mais vulnerável. Para se ajustar com mais facilidade à vida real, volte a fazer suas atividades físicas, volte a comer em horas fixas, etc.

Vá devagar

Tente respeitar seus sentimentos. Como vimos, a depressão pós-férias traz muitos sintomas físicos, e se você forçar a barra, pode acabar piorando as coisas. Então, pise um pouco no freio e vá com calma. Tente não sair resolvendo tudo e tirar o atraso de tarefas, correr para dar a produção do dia….. vai levar tempo para se adaptar, então respeite seu corpo.

Introduza coisas da viagem na sua rotina

Você fez algumas trilhas enquanto viajava e adorou? Faça algumas quando voltar também. Experimentou um chá que gostou? Por que não fazer em casa também para te lembrar dos bons momentos que passou nas férias? Ouvir uma música que te lembre da viagem ou de momentos bons com amigos ou família pode te deixar feliz.

Recrie seu prato favorito

Pesquisas indicam que comida e memórias estão intimamente ligadas e não é por acaso que alguns pratos nos lembram da nossa infância, por exemplo. O mesmo vale para as férias! Você não precisa ser chef ou cozinhar super bem para tentar reproduzir aquele prato que comeu e amou. Hoje em dia se acha tudo na internet e um Google vai te ajudar. Se comeu algo na casa de um amigo, peça a receita. Vai ser uma atividade que, além de te distrair, vai te trazer boas memórias também.

Faça coisas legais

Não é porque você voltou de férias que sua vida tem que ser chata e tediosa em casa. Aproveite o pique das férias e pense em atividades legais para fazer. Marque uma massagem para o primeiro final de semana depois das férias. Programe seu primeiro fim de semana pós-feriado…. Faça coisas que te deixem feliz, te distraiam e te façam aguardar com expectativa.

Comece a planejar as próximas férias

É verdade que o feriado mal terminou. Mas que tal já começar a projetar o próximo? Isso pode tirar seu foco no que você “perdeu” nas experiências que já teve e passar a mirar os passeios em lugares que ainda vai conhecer. Isso inclui as metas financeiras que deve firmar para cumprir seu planejamento das próximas férias.

Fonte: Veja/  MAG