Economia do Japão contrai no 1º trimestre deste ano

Economia do Japão contrai no 1º trimestre deste ano

A economia do Japão contraiu no primeiro trimestre deste ano, pois o segundo estado de emergência minou os gastos do consumidor.

Segundo o Escritório do Gabinete, o Produto Interno Bruto (PIB) do país encolheu 5,1% anuais no período de janeiro a março em relação ao trimestre anterior em termos reais. No entanto, os dados não foram tão negativos como a queda recorde de -28,6% registrada no período de abril a junho do ano passado.

  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Renorn Network Internet
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Educação financeira e curso de investimento

O Japão é a terceira economia do mundo. Os gastos do consumidor perfazem mais da metade do PIB do país. O número mais recente foi de -1,4% devido ao volume de negócios moroso em bares e restaurantes.

Por outro lado, as exportações registraram uma alta de 2,3%, permanecendo em um patamar positivo pelo terceiro trimestre consecutivo. Contudo, o crescimento foi vagaroso, já que a indústria automotiva enfrentou dificuldades com a escassez global de semicondutores.

No ano fiscal completo que se encerrou em março último, o Produto Interno Bruto recuou 4,6% em termos reais, marcando uma queda pelo segundo ano seguido. Trata-se da maior retração desde que dados comparativos se tornaram disponíveis no ano fiscal de 1995.

O ministro da Revitalização Econômica, Nishimura Yasutoshi, lembrou que o governo freou intencionalmente a economia para lidar com a pandemia de coronavírus. Ele disse: “Até o momento, não temos um plano para mudar a perspectiva econômica do governo. Temos o objetivo de fazer com que a economia volte aos níveis pré-pandemia no atual ano fiscal por meio da implementação de políticas sólidas de maneira flexível.”

 

Fonte: NHK