Economia japonesa deve sofrer contração no trimestre de janeiro a março

Economia japonesa deve sofrer contração no trimestre de janeiro a março

Especialistas no Japão estão prevendo que o anúncio oficial do crescimento econômico do país durante o trimestre de janeiro a março será de queda, alcançando valores negativos. Isto se deve a uma queda no consumo devido à declaração do segundo estado de emergência.

Doze institutos de pesquisa divulgaram suas projeções em antecipação ao anúncio oficial do PIB japonês, programado para 18 de maio.

  • Projeto Mulheres
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Renorn Network Internet
  • Publicidade e Marketing digital

Todas as instituições estimam um crescimento anualizado negativo, variando de -3,5% até -8,8% para os três meses que terminaram em março, os quais correspondem ao quarto trimestre do ano fiscal japonês.

O PIB do Japão estava em contínua melhora, mesmo depois de ter registrado uma queda recorde de -29,3% no trimestre de abril a junho do ano passado.

Mas os especialistas acreditam que o índice irá cair pela primeira vez em três trimestres, já que o estado de emergência posto em vigor no início de janeiro interrompeu a recuperação da economia.

A projeção dos especialistas é de que o gasto com consumo caia entre -1% e -3% devido a baixas registradas nos setores de hotelaria e de restaurantes.

As exportações devem permanecer positivas pelo terceiro trimestre consecutivo. A expectativa, no entanto, é de que cresça em uma taxa de cerca de apenas 2% devido ao lento aumento na demanda por automóveis no mercado americano.

 

Fonte: NHK