Especialistas japoneses em vírus apresentam suas opiniões em relação aos Jogos de Tóquio

O chefe de um painel de aconselhamento do governo japonês e outros especialistas voluntários apresentaram suas opiniões sobre a possível situação do vírus antes, durante e depois dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio.

Na sexta-feira, Omi Shigeru e outros especialistas apresentaram suas opiniões a Hashimoto Seiko, presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio.

  • Imobiliária Homestation
  • Renorn Network Internet
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renovation Master School
  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres

Os especialistas vêm advertindo que, segundo simulações, o contágio pode aumentar em julho e agosto, mesmo se a vacinação continuar sendo realizada sem problemas em todo o Japão. Eles advertem também que a reincidência do vírus pode se espalhar com mais velocidade devido a variantes mais transmissíveis.

Os especialistas explicam que os Jogos podem causar maiores movimentações de pessoas, o que pode resultar em outra onda de infecções. Isto poderia colocar o sistema de saúde sob pressão.

Muitos dos especialistas acreditam que seria adequado realizar os Jogos sem espectadores.

Eles dizem que se os espectadores tiverem permissão para entrar nas instalações olímpicas, deveriam ser impostas restrições mais rigorosas do que as que existem atualmente para eventos de grande porte. Além disso, eles dizem que os espectadores deveriam ser limitados a residentes locais para desincentivar movimentações de pessoas cruzando as fronteiras entre as províncias. Eles acrescentam que, se houver quaisquer sinais de um aumento nas infecções, os eventos deveriam suspender a permissão de entrada de espectadores.

Hashimoto pediu ao painel de especialistas sobre o coronavírus do comitê organizador que garanta a segurança dos Jogos com base nas opiniões que ela recebeu.

Ela sugeriu que detalhes sobre a gestão dos Jogos, incluindo sobre quantos espectadores terão permissão para entrar nos estádios, serão divulgados na reunião entre as cinco partes envolvidas, já na próxima semana. Entre os participantes encontram-se o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI).

 

Fonte: NHK