Estado de emergência no Japão pode ser suspenso conforme casos diminuem

O tempo está se esgotando para a vigência do estado de emergência em Tóquio, Osaka e oito outras províncias japonesas.

O governador de Osaka está pedindo medidas intensas a nível semelhante às do estado de emergência caso a declaração seja realmente suspensa no dia 20 de junho.

  • Publicidade e Marketing digital
  • Renorn Network Internet
  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation

O número de novos casos na segunda-feira na província de Osaka foi de 57. Esta foi a primeira vez em três meses que o número fica abaixo dos 60 casos.

O governador Yoshimura Hirofumi visitou um centro de vacinação e disse a repórteres no local que a província planeja considerar uma flexibilização das restrições atualmente em vigor sobre instalações comerciais de grande porte. No entanto, ele está receoso sobre um retorno à “normalidade” muito brusco.

Yoshimura disse que “as medidas que têm como alvos bares e restaurantes são agora mais importantes do que nunca. O principal ponto é que Osaka não repita os mesmos erros”.

Em Tóquio, o número de novos casos reportados na segunda-feira foi de 209, uma queda de 26 com relação ao mesmo dia da semana passada.

No entanto, a média diária dos últimos sete dias ainda está mais alta do que a da semana em que o governo decidiu suspender o estado de emergência pela última vez.

De acordo com o professor Matsumoto Tetsuya, da Universidade Internacional de Saúde e Assistência Social, ainda é muito cedo para tomar uma decisão.

O especialista disse que “o número de casos ainda não se encontra em um nível no qual a declaração pode ser suspensa de forma segura. No momento, existe um maior movimento de pessoas, incluindo durante a noite. Isso cria condições que podem causar um aumento repentino no número de casos a qualquer momento. Para evitar uma reincidência em Tóquio, por exemplo, o estado de emergência não deve ser suspenso até que o número de novos casos diários caia para cerca de 100”.

O secretário-chefe do Gabinete do Japão também deu seu parecer sobre o assunto.

Kato Katsunobu disse que “a questão será considerada com extremo cuidado e exaustivamente, levando em consideração a opinião de especialistas e compartilhando informações com os governos regionais”.

Mais de 930 novos casos e 60 mortes por Covid-19 foram reportados em todo o país na segunda-feira. O número total de pacientes em estado grave no mesmo dia era de cerca de 850 pessoas.

 

Fonte: NHK