Japão condena lançamentos de mísseis por parte da China

Forças militares chinesas estão aumentando o escopo de seus exercícios ao redor de Taiwan. Entre eles, incluem-se lançamento de mísseis balísticos. Autoridades no Japão condenaram os lançamentos.

A operação teve início após uma controversa visita pela chefe da Casa dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan. Na quinta-feira, forças chinesas lançaram múltiplos mísseis como parte de exercícios militares.

  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento

Autoridades em Tóquio afirmam que cinco deles caíram dentro da zona econômica exclusiva do Japão, acrescentando se tratar da primeira vez que isso ocorre. Assim, o lado japonês transmitiu seu protesto a Pequim.

Por outro lado, autoridades chinesas rejeitam o próprio conceito de uma zona econômica exclusiva japonesa. Afirmam que os dois lados ainda não realizaram aquilo que chamam de “uma delimitação marítima em águas relevantes”.

O ministro japonês dos Negócios Estrangeiros, Hayashi Yoshimasa, afirmou na quinta-feira que os exercícios militares são um “assunto sério” para a segurança do Japão. E acrescentou: “As ações da China podem ter um grave impacto na paz e na estabilidade, tanto da região quanto da comunidade internacional. Instamos Pequim a cessar de imediato os exercícios militares”.

As operações chinesas devem durar até domingo (7).

 

Fonte: (Via NHK)