Japão deve desviar gás natural para Europa devido a tensões sobre a Ucrânia

A NHK teve acesso à informação de que o governo japonês planeja desviar uma parte de suas importações de gás natural liquefeito (GNL) para países europeus que estão tentando garantir o fornecimento de energia em meio à escalada de tensões em torno da Ucrânia.

A medida fora do comum será feita em resposta a um pedido do governo do presidente americano Joe Biden.

  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento

Os Estados Unidos e seus aliados europeus afirmaram que irão impor sanções sobre a Rússia caso o país invada a Ucrânia. Alguns analistas afirmam que tal medida pode levar a Rússia a reduzir o fornecimento de gás natural para a Europa.

A Europa recebe 40% de seu fornecimento de gás natural da Rússia, através de gasodutos.

O governo japonês planeja primeiramente assegurar um fornecimento doméstico estável, para então tentar apoiar a Europa pedindo a companhias de energia com participações em GNL que cooperem.

O governo deve fazer um anúncio oficial já nesta quarta-feira.

 

Fonte: NHK