Japão reforça medidas de quarentena em aeroportos

Japão reforça medidas de quarentena em aeroportos

Japão reforça medidas de quarentena em aeroportos

O governo japonês reforçou ainda mais as medidas de quarentena em aeroportos para indivíduos em retorno ao Japão de países ou regiões onde foram confirmadas as novas variantes mais contagiosas do coronavírus.

No aeroporto de Narita, perto de Tóquio, autoridades verificaram cuidadosamente documentos, incluindo certificados de teste negativo para o vírus, bem como histórico de viagem de passageiros que desembarcaram nesta quarta-feira.

  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Imobiliária Homestation
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renovation Master School
  • Renorn Network Internet

Cidadãos japoneses, bem como estrangeiros com status de residência no Japão já estavam sendo solicitados a mostrar o resultado de testes caso estivessem de retorno do Reino Unido ou da África do Sul, onde variantes do vírus estão se disseminando.

Com início na quarta-feira, oito países foram adicionados à lista que exige as novas medidas. Os países são: França, Irlanda, Israel, Itália, Austrália, Dinamarca, Bélgica e Países Baixos.

Indivíduos que estejam voltando desses países precisam mostrar prova de que testaram negativo para o vírus dentro de 72 horas antes de ter embarcado no lugar de origem. Caso não providenciem a certificação de resultado negativo, serão obrigados a cumprir quarentena de 14 dias em acomodações designadas.

O governo deve ainda adicionar Canadá, Suécia, Espanha, Noruega, Liechtenstein e Suíça à lista, já que variantes também foram encontradas nesses seis países.

Antes do reforço dessas medidas, o Japão também suspendeu novas entradas de estrangeiros não residentes até 31 de janeiro.

 

Fonte: NHK