McDonald’s é forçado a racionar as batatas fritas dos clientes à medida que a escassez de suprimentos atinge o Japão

A McDonald’s Holdings Co. Japão oferecerá apenas batatas fritas em tamanhos pequenos a partir de sexta-feira, depois que uma inundação em um porto de Vancouver e a pandemia de coronavírus cortaram o fornecimento de uma de suas principais ofertas.

Enquanto a rede de fast-food está tentando resolver o problema com voos alternativos e está cooperando com fornecedores e importadores, ela só vai oferecer batatas fritas de pequeno porte a partir do dia 30 de dezembro. Foi necessária a eliminação das ofertas de médio e grande porte “Para garantir que o maior número possível de clientes tenha acesso contínuo às nossas batatas fritas.”

  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento

O McDonald’s espera que os problemas de abastecimento que afetarão seus 2.900 pontos de venda no Japão sejam resolvidos até a véspera de Ano Novo e disse que a mudança não afetará suas ofertas de hash brown. Os clientes terão um desconto de ¥ 50 (44 centavos) em itens definidos para refletir a parcela menor.

Os itens definidos no McDonald’s vêm com uma porção de tamanho médio de batatas fritas e os clientes têm a opção de aumentar ou diminuir o tamanho. Com 74 gramas e 225 calorias por porção, o tamanho pequeno é cerca de metade da porção da oferta de tamanho médio.

 

Fonte: japantimes