Medidas mais rigorosas contra o coronavírus serão adotadas em Tóquio, Kyoto e Okinawa a partir de segunda-feira

Medidas mais rigorosas contra o coronavírus serão adotadas em Tóquio, Kyoto e Okinawa a partir de segunda-feira

O governo japonês irá adotar medidas mais rigorosas contra o coronavírus nas províncias de Tóquio, Kyoto e Okinawa a partir de segunda-feira, sem declarar um estado de emergência.

A decisão oficial foi tomada durante uma reunião de força-tarefa na sexta-feira. As medidas vão continuar em vigor até 5 de maio em Kyoto e Okinawa, e até o dia 11 em Tóquio. O esquema já está sendo implementado nas províncias de Osaka, Hyogo e Miyagi, e deve vigorar até 5 de maio.

  • Renovation Master School
  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation
  • Renorn Network Internet
  • Educação financeira e curso de investimento

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, disse que espera que as infecções possam ser, agora, controladas suficientemente sem a declaração de um estado de emergência. As medidas incluem a solicitação a bares e restaurantes para diminuir seus horários de funcionamento, fechando até as 20 horas.

Suga afirmou que autoridades irão visitar todos os estabelecimentos relevantes para confirmar se as medidas estão sendo cumpridas. Serão impostas punições para aqueles que não respeitarem o mecanismo.

Atualmente, novas variantes do coronavírus estão se disseminando por toda a região de Kansai, no oeste do Japão. O governo está pedindo à população que evite viagens não essenciais entre províncias, mesmo durante o período de feriado prolongado entre o final de abril e o início de maio.

O governo central irá monitorar a situação com os governadores de Saitama, Chiba e Kanagawa, e poderá considerar a expansão das medidas mais rigorosas para todas essas regiões.

 

Fonte: NHK