Ministro do Japão critica Trump pela recusa em aceitar a derrota eleitoral

O Ministro de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo, Kazuyoshi Akaba, dá uma entrevista coletiva em Tóquio em 13 de outubro de 2020. (Kyodo)

Ministro do Japão critica Trump pela recusa em aceitar a derrota eleitoral

O ministro do Japão disse na terça-feira que postou e depois excluiu um tweet criticando a recusa do presidente dos EUA, Donald Trump, em aceitar a derrota na eleição da semana passada.

“Um presidente em exercício fazendo acusações de fraude eleitoral e insistindo que ‘nunca desistirá’. Eu sou o único a ver isso e pensar, que tipo de ditadura é essa? Para onde foi nosso modelo de democracia? ”, Escreveu Kazuyoshi Akaba.

  • Imobiliária Homestation
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Renorn Network Internet
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renovation Master School

O governo japonês já reconheceu a vitória de Joe Biden com base nas projeções da mídia dos EUA, com o primeiro-ministro Yoshihide Suga parabenizando o presidente eleito e sua companheira de chapa Kamala Harris.

Akaba, um legislador que pertence ao parceiro júnior da coalizão do Partido Liberal Democrata, Komeito, disse em uma entrevista coletiva que deletou o tweet porque “não queria que fosse mal interpretado”.

Tóquio se absteve de comentar sobre a recusa de Trump em conceder e buscar recontagens de votos e ações judiciais em vários estados.

O ministro também disse na terça-feira que escreveu o tweet porque vê os Estados Unidos como uma “vanguarda da democracia”.

“Fiquei triste com a divisão causada pela eleição, que é a base da democracia”, disse ele.

Fonte: Mainichi