Nova área comercial da estação de Tóquio abre portas após atraso

A cerimônia de abertura da Gransta Tokyo, uma instalação comercial que abriga cerca de 150 lojas dentro da Estação JR de Tóquio, é realizada em 3 de agosto de 2020. (Kyodo)

Nova área comercial da estação de Tóquio abre portas após atraso

A nova e maior área comercial da estação de Tóquio abriu suas portas na segunda-feira, após um atraso de mais de um mês devido à disseminação do novo coronavírus, introduzindo mais de 60 novas lojas e restaurantes.

A área comercial de Gransta Tóquio, com cerca de 150 lojas em aproximadamente 11.300 metros quadrados de área útil no subsolo e no primeiro andar do edifício da estação, deveria ser inaugurada em 17 de junho, antes das adiadas Olimpíadas na capital japonesa.

  • Educação financeira e curso de investimento
  • Imobiliária Homestation
  • Projeto Mulheres
  • Renovation Master School
  • Publicidade e Marketing digital
A estação, operada pela East Japan Railway Co., inclui novas salas de espera e espaços para eventos, enquanto as passagens na área foram ampliadas para facilitar o acesso.

“Gostaríamos de continuar a tornar esta estação acessível”, disse o chefe da estação Kunihiko Koike durante um evento para comemorar a abertura das novas instalações, enfatizando que as reformas foram feitas para proporcionar um acesso sem barreiras.

Embora o número de passageiros que usam a estação tenha diminuído desde o surto do vírus, a empresa, mais conhecida como JR East, abriu a área comercial na esperança de que ela se torne um centro turístico movimentado, bem como uma fonte de receita e futuro crescimento.

Algumas pessoas fizeram fila para comprar sobremesas de edição limitada em uma loja no complexo comercial.

“É muito mais espaçoso do que eu pensava que seria”, disse o estudante universitário Hideaki Takahashi, 20 anos. “Será mais divertido andar pela estação de Tóquio”.

Um restaurante com mesas inspiradas em um vagão de trem na Gransta Tokyo, uma instalação comercial que foi aberta na estação JR Tokyo no mesmo dia. (Kyodo)
A área comercial inclui um restaurante que lembra um vagão de jantar em um trem, lojas que vendem saquê japonês fabricadas na estação, enquanto peixes frescos capturados em áreas como a ilha mais ao norte de Hokkaido e a região de Tohoku são transportados por trem bala shinkansen para serem servidos em um restaurante de sushi.

Além disso, os visitantes podem usar um aplicativo para smartphone para verificar a disponibilidade de restaurantes, lojas e banheiros, para evitar tempos de espera e outros inconvenientes.

De acordo com a JR East, as reformas foram realizadas em torno da passagem norte, conectando os portões de Marunouchi North e Yaesu North.

As reformas começaram em 2012 com o objetivo de concluí-las antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que deveriam começar em 24 de julho, antes que a pandemia de coronavírus causasse seu adiamento de 12 meses.

Fonte: Kyodo