O Japão concluiu que as Olimpíadas de Tóquio deveriam ser canceladas

Um homem anda de bicicleta perto de um banner dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, em Tóquio, na quinta-feira. Foto: AP / Eugene Hoshiko

O Japão concluiu que as Olimpíadas de Tóquio deveriam ser canceladas

O governo do Japão concluiu em particular que as Olimpíadas de Tóquio terão de ser canceladas por causa da pandemia do coronavírus, informou o The Times of London, citando um membro sênior não identificado da coalizão governante.

O foco do governo agora é garantir os Jogos de Tóquio no próximo ano disponível, 2032, disse o jornal.

  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renovation Master School
  • Publicidade e Marketing digital
  • Imobiliária Homestation
  • Projeto Mulheres
  • Renorn Network Internet

O Japão foi atingido com menos gravidade pela pandemia do que muitas outras economias avançadas, mas um aumento recente de casos o levou a fechar suas fronteiras para estrangeiros não residentes e declarar estado de emergência em Tóquio e nas principais cidades.

Cerca de 80% das pessoas no Japão não querem que os Jogos sejam realizados neste verão, mostram pesquisas de opinião recentes, devido ao temor de que o influxo de atletas espalhe ainda mais o vírus.

Contra este pano de fundo, o governo está procurando uma maneira de salvar a face ao anunciar um cancelamento que deixa a porta aberta para Tóquio hospedar em uma data posterior, disse o jornal The Times.

“Ninguém quer ser o primeiro a dizer isso, mas o consenso é que é muito difícil”, disse a fonte ao jornal The Times. “Pessoalmente, não acho que isso vá acontecer.”

Os organizadores dos jogos não responderam imediatamente a um pedido de comentário sobre o relatório. Os organizadores e o governo japonês já prometeram prosseguir com os preparativos para os Jogos, que devem começar no dia 23 de julho.

O primeiro-ministro Yoshihide Suga disse esta semana que o evento principal “traria esperança e coragem para o mundo”.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, reafirmou seu compromisso com a realização dos Jogos este ano em uma entrevista ao Kyodo News na quinta-feira.

“Não temos, neste momento, nenhum motivo para acreditar que os Jogos Olímpicos de Tóquio não serão iniciados no dia 23 de julho no estádio Olímpico de Tóquio”, disse Bach à Kyodo.

 

Fonte: Japan Today