Passageiros isolados em navio na costa do Japão se sentem enjaulados

Passageiros isolados em navio na costa do Japão se sentem enjaulados
Passageiros isolados em navio na costa do Japão se sentem enjaulados

Passageiros isolados em navio na costa do Japão se sentem enjaulados

O navio de cruzeiro “Diamond Princess” continua em quarentena na costa japonesa, com cerca de 3.700 passageiros. Entre eles encontram-se dois brasileiros que são funcionários da embarcação.

Até agora foram identificados em torno de 64 pessoas infectadas com o coronavírus na embarcação. Esses passageiros foram retirados do local e levados para um hospital. O restante permanece confinado em suas cabines. A quarentena, que teve início no começo do mês, pode durar mais dez dias, indo até 19 de fevereiro.

  • Publicidade e Marketing digital
  • Renorn Network Internet
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School
  • Projeto Mulheres
  • Educação financeira e curso de investimento

Como é proibida a circulação pelo navio, os passageiros têm que encontrar formas de se distrair em suas próprias cabines. O americano Mathieu Smith, de 57 anos, tem lido, assistido filmes, e passado o tempo nas redes sociais.

Na manhã deste domingo, Mathieu relatou que ouviu um barulho de festa vindo do lado de fora do navio. Saindo para a varanda de sua cabine, ele viu vários jet skis rodopiando na água para tentar alegrar os passageiros. No entanto, o espetáculo fez o americano se sentir um animal enjaulado, com pessoas vindo observá-lo.

Mathieu ainda foi um passageiro sortudo, pois muitos outros não têm varandas e nem janelas em suas cabines. Ficando presos em um ambiente claustrofóbico. Além disso, vigias ficam nos corredores do navio impedindo os passageiros de saírem para tomar um ar, e todos tem que usar máscaras de proteção. Entre os vigias encontram-se dois brasileiros: Thiago Camos Soares e Thiago Bortolan.

O governo japonês estabeleceu uma medida de contenção do vírus que proíbe que navios com pessoas doentes atraquem no país. Apesar da medida parecer extrema, o objetivo é impedir que mais pessoas no Japão sejam infectadas com o vírus, que têm se espalhado de forma rápida e assustadora pelo mundo, com casos confirmados em diversos países e um número cada vez mais elevado de mortes.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/rfi/2020/02/09/epidemia-de-coronavirus-passageiros-confinados-em-navio-no-japao-se-sentem-com-animais-enjaulados.htm