Pessoa imunizada contra coronavírus em Toyama sofre efeito colateral

Pessoa imunizada contra coronavírus em Toyama sofre efeito colateral

Um possível caso de efeito colateral resultante da vacina contra o coronavírus foi identificado na província de Toyama, região central do Japão. É a primeira vez no país em que uma das pessoas imunizadas apresenta sintomas.

O governo japonês deu início ao programa de vacinação na quarta-feira. Esta primeira etapa tem como alvo cerca de 40 mil trabalhadores do setor de saúde.

  • Publicidade e Marketing digital
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Renovation Master School
  • Projeto Mulheres
  • Imobiliária Homestation
  • Renorn Network Internet

Segundo informações divulgadas pelo governo no Twitter no sábado, uma pessoa desenvolveu urticária após ter sido vacinada no Hospital Toyama Rosai, onde a imunização começou na sexta-feira.

Nakayama Tetsuo, professor da Universidade Kitasato, diz que a urticária é um efeito colateral leve que ocorre ocasionalmente após vacinações contra a gripe e outras doenças infecciosas. Acrescentou que as pessoas não precisam se preocupar muito em relação a esse caso.

Segundo o especialista, sabe-se que a substância conhecida como polietilenoglicol, utilizada na vacina atualmente aplicada no Japão, pode desencadear tal efeito colateral. Não haveria, portanto, nada de anormal no caso ocorrido em Toyama.

 

Fonte: NHK