População infantil do Japão bate recorde de baixa após 40 anos de declínio

População infantil do Japão bate recorde de baixa após 40 anos de declínio

A população infantil estimada do Japão atingiu um recorde baixo depois de cair por 40 anos consecutivos, mostraram dados do governo na terça-feira, adicionando-se às evidências do envelhecimento populacional do país.

O número de crianças com 14 anos ou mais estava em 14,93 milhões em 1º de abril, cerca de 190.000 a menos do que um ano antes e o menor número entre os dados comparáveis disponíveis desde 1950, segundo o Ministério da Administração Interna e comunicações.

  • Renovation Master School
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Renorn Network Internet
  • Imobiliária Homestation
  • Educação financeira e curso de investimento

A proporção de crianças para a população geral também caiu para seu nadir em 11,9 por cento após 47 anos seguidos de declínio.

O Japão tem a menor proporção entre os 33 países com uma população de mais de 40 milhões, abaixo dos 12,2% da Coreia do Sul e dos 13,3% da Itália, de acordo com o Anuário Demográfico das Nações Unidas.

Segundo o ministério, as crianças eram compostas por 7,65 milhões de meninos e 7,28 milhões de meninas.

As crianças de até 2 anos representaram 2,65 milhões, relativamente inferiores às outras faixas etárias e refletindo um declínio no número de nascimentos, informou o ministério.

A população infantil no Japão atingiu o pico em 1954, com 29,89 milhões. Ele pegou brevemente por volta do início da década de 1970, mas continuou a cair desde 1982.

 

Fonte: Japan Today