Salários e gastos dos lares do Japão diminuíram em julho

NHK

Salários e gastos dos lares do Japão diminuíram em julho

De acordo com novas cifras divulgadas pelo governo japonês, tanto os salários como os gastos nos lares do país registraram declínio em julho em relação ao mesmo período no ano anterior, em meio à ressurgência no número de infecções com o coronavírus.

Dados preliminares publicados na terça-feira pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social mostram que a média total de salários caiu 1,3% em relação à média registrada no mesmo período em 2019. Esta foi a quarta queda mensal consecutiva.

  • Imobiliária Homestation
  • Projeto Mulheres
  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Publicidade e Marketing digital

Horas-extras e outros pagamentos irregulares caíram quase 17%, uma vez que trabalhadores diminuíram a carga horária.

Um funcionário do ministério afirma que, apesar de alguma melhora, a situação permanece séria devido à pandemia.

Ao mesmo tempo, uma pesquisa do Ministério do Interior e Comunicações mostra que os gastos no consumo dos lares japoneses caíram pelo décimo mês consecutivo em julho.

Lares com duas ou mais pessoas gastaram pouco, uma queda de 7,6% em relação ao mesmo mês no ano anterior.

Segundo o ministério, isso se deve principalmente à queda em gastos com pacotes de viagens, passagens de trens e restaurantes. Gastos com batom e outros cosméticos também caíram já que várias pessoas estão usando máscaras.

Fonte: NHK