Shinzô Abe torna-se o primeiro-ministro a ficar mais tempo no cargo

0
59

Shinzô Abe torna-se o primeiro-ministro a ficar mais tempo no cargo

 O primeiro-ministro do Japão, Shinzô Abe, no dia 20 de novembro de 2019, tornou-se o político a ocupar o cargo por mais tempo, com 2.887 dias no governo. Anteriormente, quem estava nessa posição era seu antecessor, Katsura Tarô.

Aqueles que estão nas quatro primeiras posições, de tempo exercido como primeiro-ministro, são nativos da prefeitura de Yamaguchi, sendo eles: Shinzô Abe, Katsura Tarô, Satô Eisaku e Itô Hirobumi.

O mandato de Abe, pertencente ao Partido Liberal Democrático, só terminará em 30 de setembro de 2021, data em que ele alcançará o número de 3.567 dias no cargo. Abe já possui três mandatos consecutivos e de acordo com as leis não poderia exercer um quarto, no entanto, pessoas do seu partido querem que ele seja autorizado a continuar na posição. Aqueles que são contra um quarto mandato afirmam que isso seria arrogante por parte do governo.

Recentemente, o governo de Abe tem passado por algumas polêmicas, sendo criticado por seus opositores por ter realizado uma remodelação no Executivo, e, principalmente, devido às suspeitas de que o primeiro-ministro beneficiou seus apoiadores, ao convidá-los em maioria para a festa anual de apreciação das cerejeiras em flor, organizada pelo próprio Abe.

Seus opositores também o acusam de usar dinheiro público para pagar a festa. Além disso, seu escritório pessoal teria cobrido os custos de um jantar para seus apoiadores, no dia anterior a festa da cerejeira, sendo que isso pode ser considerado uma violação da lei eleitoral.

Abe se defendeu sobre a acusação e disse que os custos do jantar foram pagos pelos próprios convidados, não havendo, assim, violação da lei.

Fonte:

https://www.nippon.com/ja/news/yjj2019111700075/

https://www.nippon.com/es/features/h00296/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here