Suga tenta estreitar laços com a ASEAN para combater a China

O primeiro-ministro Yoshihide Suga, à direita, e seu homólogo vietnamita, Nguyen Xuan Phuc, participam de uma cerimônia de boas-vindas no palácio presidencial em Hanói em 19 de outubro.

Suga tenta estreitar laços com a ASEAN para combater a China

O primeiro-ministro Yoshihide Suga, em 18 de outubro, deu início a uma viagem de quatro dias ao Vietnã e à Indonésia, sua primeira viagem ao exterior, para fortalecer os laços com os países da ASEAN para combater uma China cada vez mais assertiva.

Suas visitas têm como objetivo manter e desenvolver a presença e influência do Japão em uma região onde a China está exercendo crescente influência marítima e econômica.

  • Renovation Master School
  • Educação financeira e curso de investimento
  • Publicidade e Marketing digital
  • Projeto Mulheres
  • Renorn Network Internet
  • Imobiliária Homestation

Em uma reunião em Hanói em 19 de outubro, Suga e seu homólogo vietnamita, Nguyen Xuan Phuc, chegaram a um acordo de princípio que permitiria ao Japão exportar seu equipamento de defesa e tecnologia para o Vietnã.

Os dois líderes também discutiram maneiras de promover a iniciativa de política externa do Japão Livre e Aberto Indo-Pacífico (FOIP).

O Vietnã está liderando a visão Indo-Pacífico da ASEAN, que apresenta muitas questões cobertas pela FOIP, e Suga disse a Phuc que o Japão apoiará este programa.

“As nações da ASEAN são parceiros extremamente importantes (para o Japão) para realizar um ‘Indo-Pacífico Livre e Aberto (FOIP)’”, disse Suga a repórteres em 18 de outubro antes de partir do Aeroporto Haneda, em Tóquio.

“Quero demonstrar a determinação do Japão em contribuir para a paz e a prosperidade da região, tanto em casa quanto no exterior”, disse ele.

O Japão também planeja começar a permitir que viajantes de negócios de curto prazo do Vietnã entrem no país sob certas condições, e também retome voos regulares com o país, que foram suspensos devido à nova pandemia de coronavírus.

O FOIP, anunciado em 2016 pelo antecessor de Suga, Shinzo Abe, visa expandir a cooperação do Japão com países que compartilham valores comuns, como o Estado de Direito e a liberdade de navegação, para manter a China sob controle. 

A viagem de Suga por duas nações importantes da ASEAN sinaliza que seu governo continuará a buscar a iniciativa FOIP. Os países membros da ASEAN são o centro que conecta o Oceano Índico e o Oceano Pacífico.

Um funcionário do Ministério das Relações Exteriores disse que será “impossível implementar o FOIP sem a cooperação da ASEAN”.

A China nos últimos anos tem demonstrado crescente assertividade entre as nações da ASEAN.

“Os países da ASEAN tomarão mais ações em relação à China que estejam de acordo com o ponto de vista do Japão”, disse um funcionário do governo japonês.

A escolha de Suga das primeiras capitais estrangeiras a visitar desde que assumiu o cargo de Abe diz muito sobre a política, já que o Vietnã está travado em um conflito pela soberania do Mar da China Meridional, e a Indonésia expressou crescente alarme sobre as ações e intenções da China.

O Vietnã atualmente atua como presidente da ASEAN. A Indonésia, com sua população de 270 milhões de habitantes, a quarta maior do mundo, também é um grande ator na região.

Em 2013, Abe escolheu os dois países como destinos para sua primeira viagem ao exterior depois de se tornar primeiro-ministro pela segunda vez.

Suga deve manter conversas com o presidente da Indonésia, Joko Widodo, em Jacarta, em 20 de outubro, e retornar ao Japão no dia seguinte.

Fonte: Asahi