Tocha olímpica inicia percurso no Japão com largada em Fukushima

Tocha olímpica inicia percurso no Japão com largada em Fukushima

Com um ano de atraso, a tocha olímpica iniciou o seu percurso por todo o Japão na manhã desta quinta-feira. O atraso resulta do adiamento dos Jogos de Tóquio de 2020 em razão da pandemia global.

Percorrendo todas as 47 províncias do país, o revezamento da tocha é realizado com a adoção de estritas medidas contra o coronavírus. A chama foi trazida da Grécia em março do ano passado.

  • Imobiliária Homestation
  • Publicidade e Marketing digital
  • Renovation Master School
  • Projeto Mulheres
  • Renorn Network Internet
  • Educação financeira e curso de investimento

A largada do revezamento foi feita na província de Fukushima, situada na região nordeste, que sofreu enormes estragos no megaterremoto seguido de tsunami de março de 2011 e no acidente nuclear subsequente. Na cerimônia de partida, autoridades falaram da expectativa de superar o problema da propagação do vírus e exibir os resultados de esforços de recuperação pós-desastre realizados ao longo de dez anos.

Os primeiros a correr foram jogadoras da seleção de futebol feminino do Japão — apelidada de Nadeshiko Japan —, que venceu a Copa do Mundo da modalidade em 2011, logo depois do traumático desastre no país. Está planejada a participação de aproximadamente 10 mil corredores no revezamento, cada um portando a tocha olímpica por cerca de 200 metros.

Com a crise viral em curso, severas medidas de proteção são adotadas. As autoridades pediram ao público presente no percurso que use máscara e abstenha-se de gritar ao torcer pelos corredores.

A linha de chegada da jornada de 121 dias será no Estádio Nacional, em Tóquio, em 23 de julho, a tempo do início das cerimônias de abertura dos Jogos.

 

Fonte: NHK