Tóquio reporta 300 novas infecções por vírus, um aumento de 10 em 10 em de uma semana atrás

Tóquio reporta 300 novas infecções por vírus, um aumento de 10 em 10 em de uma semana atrás

Funcionários do governo metropolitano de Tóquio confirmaram 300 novos casos de COVID-19 em 16 de março, um aumento de 10 em 290 casos relatados na contagem diária há uma semana.

A última contagem trouxe a média diária na capital para a semana até 16 de março para 289 casos, ou 110,4% da semana anterior.

  • Educação financeira e curso de investimento
  • Projeto Mulheres
  • Publicidade e Marketing digital
  • Renorn Network Internet
  • Imobiliária Homestation
  • Renovation Master School

O governo metropolitano estabeleceu uma meta semanal de reduzir a média para 70% da semana anterior.

O número de casos graves em Tóquio que requerem ventiladores ou oxigenação de membrana extracorpórea, também conhecida como máquina de bypass pulmonar ECMO, permaneceu inalterado em relação ao dia anterior, aos 42 de março, disseram as autoridades.

Dos 300 casos, 67 pacientes tinham 30 anos, seguidos por 55 na faixa dos 20 e 45 na faixa dos 50 anos. Havia 52 pacientes com 65 anos ou mais.

O governo metropolitano pretende aliviar a tensão no sistema de saúde da capital, reduzindo o número de casos para o nível 2 até 21 de março, quando o estado atual de emergência para Tóquio e três prefeituras vizinhas deve ser levantado.

Sob a classificação de quatro estágios definida pelo painel de especialistas do governo central sobre a pandemia COVID-19, as áreas são consideradas no estágio 2 quando estão experimentando um aumento gradual de novos casos.

Em 15 de março, Tóquio tem 2.628 pacientes COVID-19, incluindo aqueles que se recuperam em casa e em outras instalações de alojamento, 1.270 pacientes internados com a doença e 251 pacientes em estado grave com base na definição do governo central.

Para atingir a meta de estágio 2, a capital precisa reduzir o número de pacientes COVID-19 para 2.088 e reduzir o número de pacientes internados para 1.261, segundo o governo metropolitano.

O número de pacientes em estado grave já caiu abaixo da meta de 255.

 

Fonte: Asahi